“Promessa Sagrada”

Por Adrianna Ribeiro

Sobre o genuflexório o joelho apoiara
E com a cabeça baixa, uma antiga canção entoara
Nas mãos, a agulha bordava a cruz no manto
Que remetia a nobreza e encanto

Em meditação, vidas passadas vira
Uma arqueira
Correndo em meio a floresta gritara
E um nome antigo, por fim, escutara.

A cruz de templária estava por fim pregada
E ao som da voz do mestre do templo se levantara
E pé ante pé, ao centro da roda de cavaleiros se postara.

A veste sagrada sobre ela foi colocada,
E a promessa de cumprir seus votos realizada.
E su’alma, mais uma vez, em tantas vidas e indas, acalentada.

Sobre Drika Yar

A autora nasceu na cidade do Rio de Janeiro, em 1971. Curiosa e questionadora, sempre buscou formas diferentes de olhar para as coisas a sua volta, talvez, daí tenha surgido o interesse pela área de exatas. Seu gosto pela leitura e, posteriormente, pela escrita aflorou ainda na adolescência em meio sua fascinação por ficção científica, bem como, pelos contos e lendas das Eras Antiga e Medieval.
Esse post foi publicado em Poesia, Soneto e marcado . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s