As pedras no caminho…

Por Adrianna Ribeiro

O cavaleiro segue pelo caminho arenoso
Perigoso e pedregoso
Há aqueles que o julgam valoroso
Mas ele sabe que é apenas corajoso

Coragem não é vantagem
É condição de passagem
Pois transforma o medo, uma desvantagem,
Em perseverança, para vencer a insegurança.

Mas as pedras continuam lá.
Passo após passo, dia após dia, as pedras continuam lá.
Diga-me, Deus, quando este tormento acabará?

Sob o sol escaldante, os abutres continuam a voar
Um único pensamento. “Será que terei, hoje, jantar?”
Sem pestanejar, o guerreiro continua, as pedras em seu caminho a superar.

Sobre Drika Yar

A autora nasceu na cidade do Rio de Janeiro, em 1971. Curiosa e questionadora, sempre buscou formas diferentes de olhar para as coisas a sua volta, talvez, daí tenha surgido o interesse pela área de exatas. Seu gosto pela leitura e, posteriormente, pela escrita aflorou ainda na adolescência em meio sua fascinação por ficção científica, bem como, pelos contos e lendas das Eras Antiga e Medieval.
Esse post foi publicado em Poesia, Soneto e marcado , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s