Teste de escrita…

Nada para distrair…

Apenas o papel alvo de pano de fundo…
e as letras em formato antigo gravadas sobre este…

O tec-tec das teclas ecoa através da sala…
Interrompido, vez por outra, pelo acelerado som do recuar do cursor…
Substituto moderno do antigo carro da máquina de escrever…

Que saudades da minha Olivetti, ou seria, uma Hermes Baby!

Sei lá…

Muitos foram os trabalhos de escolas e as cartas escritas
naquela pequena máquina de escrever acinzentada…

Anos depois, relembro com carinho nossos momentos juntas…

Nossa separação foi, de certa forma, traumática…
Eu eufórica…
Ela sorumbática…

Sentia-se traída por alguém mais novo, prateado e moderno
Meu primeiro computador…
Maldito MSX 1.1!

Sobre Drika Yar

A autora nasceu na cidade do Rio de Janeiro, em 1971. Curiosa e questionadora, sempre buscou formas diferentes de olhar para as coisas a sua volta, talvez, daí tenha surgido o interesse pela área de exatas. Seu gosto pela leitura e, posteriormente, pela escrita aflorou ainda na adolescência em meio sua fascinação por ficção científica, bem como, pelos contos e lendas das Eras Antiga e Medieval.
Esse post foi publicado em Crônica. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s